a lanzada, minha alma,
cando penso em ti
nunca olvidarei tuas lindas praias
e tuas noites suaves.

nunca olvidarei a roda dos amigos                                                          
a ceu aberto, debaixo da luna encarnada. .  .   .       
ainda me passam por meu coracao
as palavras do conxuro:

forzas do ar, terra, mar e lume
a vos fago esta chamada:

si e verdade que tendes mais poder que a humana xente,
eiqui e agora, facede cos espritos dos amigos que estan
fora, participem con nos desta queimada. . .


prot